terça-feira, setembro 13, 2011

COMPRAS NO EXTERIOR

Comprar em lojas no exterior pode ser muito lucrativo, à poucos cliques estão marcas famosas e artigos por preços competitivos. Mas antes de sair comprando por aí é preciso fazer cálculos, conhecer a legislação e estar disposto a correr o risco de perder dinheiro.

Quando compra no exterior torna-se um importador, pessoas físicas não podem importar produtos que custem mais de US$ 500. Além disso a maioria dos bens está sujeita à tributação e será cobrada um taxa de no minimo 60%., além disso ainda estão a cobrança do frete e no final das contas muitos produtos ficam tão caros quanto os comprados no Brasil.

Alguns itens estão proibidos de serem importados, como por exemplo brinquedos em forma de arma. Livros, periódicos, e medicamentos prescritos por médicos estão livres de impostos. Já para os softwares, os impostos incidem apenas sobre a mídia física (CD, DVD ou Blu-Ray).



  • Tome cuidado ao comprar eletrônicos que sejam ligados à tomada, existem padrões diferentes de plugues em todo o mundo, que podem inviabilizar o uso no Brasil. 


  • Alguns sites não entregam em certos países e outro cobram fretes muito altos.



Baseado em AVENTURA EM LOJAS ESTRANGEIRAS / Matéria Bit - Jornal Diário Catarinense (20/06/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário